Você não está inativo no sono! O seu estado nutricional está diretamente interligado ao sono!

Ao contrário do que muitos pensam, o sono não é um período de tempo em que o corpo e a mente ficam inativos, como uma pausa das atribulações diárias. Por intermédio das pesquisas científicas das últimas décadas, foi comprovado que o período do sono é muito ativo em termos fisiológicos e psicológicos. 

O seu comportamento diário, quando está acordado, é influenciado por seu “padrão de sono” (quantidade de horas e a qualidade do sono) e o sono é influenciado pelo seu comportamento diário (nível de estresse, pensamentos, tipo e quantidade de atividades, pensamentos, nutrição, etc).

Quais seriam as principais funções do sono que podem influenciar nosso dia a dia?

Ele tem uma função humana e animal fundamental na consolidação da memória, na termo regulação metabólica,  na visão binocular, na conservação e restauração da energia em todas as células, restauração do metabolismo energético cerebral. 

Em consequência da importância das funções do sono, as perturbações do sono em termos de qualidade e quantidade, podem acarretar alterações significativas no funcionamento ocupacional, cognitivo,   físico e social no dia a dia, além de comprometer substancialmente a qualidade de vida e outras variáveis como perda de emprego, rompimento de relações, surgimento e agravamento de problemas de saúde. Leia o Artigo do DOJJO dando dicas de como melhorar a qualidade do sono.   

Por que a necessidade de dormir 8 a 9 horas dia ?

O sono de uma pessoa normal varia ao longo da vida quanto à duração de estágios (REM- movimento rápido dos olhos/muito trabalho cerebral e não REM-movimento lento dos olhos/trabalho lento do cérebro) e ritmo circadiano (ciclo biológico de quase todos seres vivos, é herdado e influenciado pela luz, temperatura, marés, ventos e outros). Em pessoas normais, o sono não REM e o sono REM alternam-se ciclicamente ao longo do sono, repetem-se a cada 70 a 110 minutos, com 4 a 6 ciclos por noite. São necessários estes ciclos para a qualidade, logo se somarmos os 6 ciclos e o tempo destes em média 90 min., encontraremos 9 horas de sono diário.   

A quantidade de horas/dia, aconselhável, para cada fase da vida em idade:

Bebês (4 – 11 meses): 15 a 16 horas; Crianças (3 – 5 anos): 10 a 13 horas; Crianças (6 – 13 anos): 9 a 11 horas; Adolescentes (14 – 17 anos):  8 a 10 horas; Adultos jovens (18 – 25 anos): 8 a 9 horas; Adultos (26 – 64): 7 a 9 horas; Idosos ( 65 anos ou mais): 7 a 8 horas; 

A quantidade de horas pode variar de pessoa para pessoa, estando em função da idade, fator genético, estresse  físico e/ou mental, patologias e outros transtornos do sono. Consta na literatura especializada que o período mais longo que um ser humano ficou sem dormir foi de 11 dias seguidos. 

Que tal uma “sesta” após o almoço? 

Esta hora pode estar dentro das 8 a 9 horas diárias de sono, como pode ser acrescida de 30 a 60 minutos a estas, tendo como objetivo aumentando a disposição  e diminuição de estresse físico e mental, aumentando a disposição e desempenho cognitivo. Como também, melhor digestão e assimilação e de nutrientes vitais a saúde. O descanso após o almoço aumenta o valor biológico, refletindo no expectativa de vida. Recomendado, principalmente, para estudantes e desportistas/atletas.  

Ao longo do sono o cérebro controla funções importantes como:  utilização maior de vitaminas e minerais para inúmeras reações metabólicas e energéticas; A regulação da tensão arterial e o ritmo cardíaco; Os músculos são reparados e realizada a maior parte do ganho da massa muscular; A maior parte de reposição e aumento da glicose (carboidratos) nos depósitos de glicogênio muscular e no fígado; Crescimento e densidade óssea em crianças, nos adultos, somente densidade; A respiração é regulada, eliminando o excesso de CO2 e outros metabólitos;  Os níveis de vários hormônios são regulados e desencadeados para suprir as necessidades; Um destes é a leptina que proporciona saciedade e outro a testosterona para ganho de massa muscular;

Você sabia que a quantidade de horas de sono não basta?? É fundamental dormir bem!

Leia nos próximos Artigos no DOJJO:  Aumentando a qualidade de vida ao dormir melhor; Como ganhar massa muscular e perder gordurinhas indesejadas ao longo do sono.

Cintia BIEHL, Ph.D.
Foi Atleta de Atletismo e Basquete da Seleção Gaúcha e Brasileira; Doutorado em Ciências do Movimento Humano - UFRGS; Doutorado en Filosofia y Ciências de la Educación-Universidad de Barcelona; Licenciatura e Bacharelado em Educação Física - UFRGS; Bacharelado em Nutrição - IMEC; Curso de Gastronomia "Le Cordon Bleu" - Paris; Cinco Prêmios Científicos Literários na Europa e Brasil; Integrante do Comite Olimpico de Barcelona-COB; Integrante de Comissões Técnicas de Federações e onfederações/COB; Integrante da Organização do Mundial de Futebol/Coca-Cola & FIFA; Integrante do Comite Olimpico Brasileiro/COB; Integrante de Comissões Técnicas do INEP-MEC; Ao longo de mais 40 anos de profissão, trabalhou com mais de 3.000 Atletas e Desportistas. Endereço para acessar o Curriculum Vitae na Plataforma Lattes - CNPq: http: lattes.cnpq.br/8840980543964280

Online video lessons